O Camaro que, há nove meses, atropelou e matou um idoso que vendia pinhão em Carambeí, se envolveu em um novo acidente na última segunda-feira (22), a cerca de 30 km do anterior.


A informação foi revelada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que explicou que o carro de luxo possui novo proprietário.



Neste acidente, o veículo sofreu uma saída de pista e bateu em uma defensa metálica no KM 470 da BR-376, em Tibagi.

A condutora, de 27 anos, teve lesões leves e foi encaminhada pelo Siate a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ponta Grossa.O passageiro, de 24 anos, não se feriu.

Ambos são de Telêmaco Borba, outra cidade dos Campos Gerais.



"Chovia no momento da saída de pista. A equipe da PRF verificou desgaste excessivo dos pneus, o que pode ter contribuído para o sinistro", explica a corporação.

Ainda de acordo com a PRF, nenhum ato ou produto ilícito foi identificado no Camaro.


O proprietário anterior do mesmo Camaro atropelou e matou um idoso de 79 anos em abril de 2023. O caso aconteceu na PR-151 em Carambeí.

Conforme o Batalhão de Polícia Rodoviária, o idoso, que era vendedor de pinhão, estava às margens da rodovia, fora da área de acostamento, quando foi atingido pelo veículo.

No local, segundo relato da polícia, apenas o caroneiro do veículo foi encontrado, com sinais de embriaguez, segundo a polícia. 


O jovem de 25 anos afirmou à equipe policial que o condutor, de 27 anos, fugiu do local por um matagal logo após o atropelamento.

O advogado dele alegou que ele fugiu do local sem prestar socorro à vítima por medo de sofrer agressões e não acionou socorro porque deixou o celular dentro do veículo.